AERÓBIO EM JEJUM: MOCINHO OU VILÃO

0
TEXTO THIAGO GONÇALVES (PERSONAL ECO LIVE)

Olá amigos! Com a obesidade em ascensão, a procura pelo emagrecimento se torna não só um desejo, mas uma necessidade. Porém o excesso de informação errônea acaba induzindo-nos a prática de estratégias não eficientes.

Podemos observar por exemplo, a prática de atividade física em jejum, o famoso e velho AEJ, mas será que funciona mesmo?

Realmente a ideia por trás do conceito do AEJ/aerobiose é bem tentadora. Ela baseia-se na dinâmica da utilização de substratos (carboidratos, gordura e proteína) para fornecimento de energia durante o exercício físico, a chamada abordagem metabólica.

Porém podemos analisar estudos que comprovam a sua não eficácia. Em 2011 o grupo de Antônio Paoli*, analisou as diferenças no metabolismo entre tomar o café da manhã, antes ou após o exercício. Os estudos mostraram que após 12horas, quem fazia atividade em jejum tinha menor gasto calórico total e menor utilização de gordura.

Então galerinha, fazer happy wheels exercício em jejum pode até gastar uma quantidade – ínfima – de gordura durante a realização, mas por outro lado, interfere negativamente no metabolismo ao longo do dia. O que não é interessante. Não vamos perder tempo e nem passar fome!

Treine intensamente com um profissional e alimente-se corretamente, ai sim é só ter um pouquinho de persistência para alcançar seus objetivos. Depende de você!

 

*Referência bibliográfica: Paoli A, Marcolin G, Zonin F, Neri M, Sivieri A, Pacelli QF. Exercising fasting or fed to enhance fat loss? Influence of food intake on respiratory ratio and excess postexercise oxygen consumption after a bout of endurance training. Int J Sport Nutr Exerc Metab. 2011 Feb;21(1):48-54.

eco live rodape abril

Compartilhar:

Deixe uma resposta